Posts

Showing posts from October, 2018

Aproveitamento e recortes

Image
Qualquer dado subjacente ao vivenciado cria defasagem, posiciona um contexto - o Fundo - que, imobilizado, passa a ser a base de percepção para tudo que ocorre. A Figura - o que ocorre - é, assim, sempre percebida em um Fundo, o do anteriormente percebido, o do que ocorreu. O posicionamento dessa dinâmica é responsável por infinitas distorções causadas pelo posicionamento imobilizador da dinâmica.
Querer ser aceito, querer ser poderoso e considerado, querer significar alguma coisa, vencer concorrências e competições, estabelece os obcecados, os buscadores insaciáveis do poder e da fama. Assim posicionado, só o que interessa é brilhar, conseguir, triunfar, alcançar objetivos que aumentam seu preço, seu poder de barganha, sedução e catequese. Apostam em plágios, imitações, imagens que denotem boa colocação, que criam boa pontuação. Mesmo quando se expõem ou relatam descobertas, consequentemente tratando de situações inéditas, os indivíduos posicionados em meta, em ganância de consegui…

Surpresa e flagelos

Image
Nestes tempos de absurdos e ameaças, vale recorrer a uma reflexão de Camus em seu livro “A Peste”, no qual ele escreve:

“A palavra “peste” acabava de ser pronunciada pela primeira vez. Neste ponto da narrativa, com Bernard Rieux atrás da janela, permitir-se-á ao narrador que justifique a incerteza e o espanto do médico, já que, com algumas variações, sua reação foi a da maior parte dos nossos concidadãos. Os flagelos, na verdade, são uma coisa comum, mas é difícil acreditar neles quando se abatem sobre nós. Houve no mundo igual número de pestes e de guerras. E contudo as pestes, como as guerras, encontram sempre as pessoas igualmente desprevenidas. Rieux estava desprevenido, assim como os nossos concidadãos; é necessário compreender assim as duas hesitações. Por isso é preciso compreender, também, que ele estivesse dividido entre a inquietação e a confiança. Quando estoura uma guerra, as pessoas dizem: “Não vai durar muito, seria estúpido.” Sem dúvida, uma guerra é uma tolice, o que …

Polarização e Asno de Buridan

Image
Representar impasses como a dificuldade de decisão, como a indecisão que implica em impossibilidade de realizar, constitui o paradoxo representado pela polarização. Certos impasses sociais e filosóficos podem ser considerados tomando o asno, o burro como metáfora inspiradora.
Na fábula dos Burros Espertos, os dois atados por uma curta corda avistam dois molhos de feno em lados opostos e tentando comê-los permanecem paralisados pela corda estirada, puxando-a pelas extremidades a que estão amarrados - cada qual deseja realizar suas motivações, saciar sua fome. Buscando atingir o feno, o capim, brigam sem atingir, sem perceber que estão amarrados no mesmo laço, na mesma corda. Encontram a solução indo juntos a um molho de feno.

Compromisso gerador de polarização, conflitos e lutas que só podem ser resolvidas quando os nós são desatados, quando o que prende e separa é removido. Estar livre é poder seguir os próprios caminhos e não ser induzido, manipulado pela fome, pelas necessida…

Distribuição - Representantes, representados e democracia

Image
É próprio da distribuição a existência de um centro ou uma pessoa ou um distribuidor. Processos de distribuição sempre inscrevem ou estabelecem responsáveis.
A ideia de república (regulada por leis-constituição) é a busca de ancorar responsáveis em leis normativas. A coisa pública - a república - só pode sobreviver se regida por democracia (poder dos representados por meio de seus expoentes escolhidos). Representar, essa duplicação, essa contenção de iguais diante de iguais é sempre problemática, desde que resulta de compactuações desiguais. É um processo que cria os filtros, os locais, as posições, os partidos, os representantes da vontade da população. Representar é simbolizar, indicar, sugerir e em qualquer dessas condições representar é distorcer, pois estabelece o outro (o diferente), a outra coisa, para representar o mesmo. É como um game, um jogo de semelhanças, dessemelhanças que sempre provoca ambiguidade mesmo quando sincroniza, ou seja, quando um vira o outro. A identidad…