Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2019

Escapatórias

Imagem
Diante de impasses ou opressões os indivíduos buscam espaço para respirar e sobreviver. É o deslocamento. Densificar esse anseio é necessário e assim amuletos e preces surgem. Alguém vai ajudar, alguém vai libertar. Fórmulas mágicas podem criar super heróis, Hulks, Golems que tudo resolvem.
O que foi criado não obedece ao seu criador desde que ele é fruto de desesperos e impasses, ele é apenas uma quimera. Um sonho. O príncipe encantado que vai tirar da pobreza, o bem amado que vai surgir para acalentar e acompanhar as noites vazias são esperas constantes. Vive-se para realizar o sonho. Tanta dedicação ao não existente cria cogitações, fantasias e assim o que se necessita que apareça começa a povoar sonhos e delírios. Exigências de fidelidade, provas de crença são frequentes. O dia a dia é preenchido pelas preocupações de quando o eleito aparecer, “quando o carnaval chegar”, quando o mundo mudar. Desde a constante espera da noite feliz de natal até o regozijo pelas eternas esperanças…

Rejeições sistemáticas e apropriações indébitas

Imagem
Rejeições sistemáticas e apropriações indébitas - esse é o processo vivenciado por certos indivíduos em relação aos pais quando são continuamente rejeitados, nunca aceitos pelo que são e submetidos a constantes sugestões, como: “fique melhor, faça alguma coisa, deixe de ser assim, me ajude, cuide de mim”. Esse processo cria submissos, sobreviventes e insatisfeitos, dedicados a conseguir um lugar ao sol, uma mão amiga ou algo significativo que valide sua existência. Ser um grande médico, um cientista que salve a humanidade, um artista maravilhoso seria redentor. Este lugar dos sonhos, se atingido, é mais esvaziante, pois não significa enquanto o que é, significa pelo que deve ser. É mais um elo da escravidão, mais uma garantia para preencher os temores da rejeição. No entanto, na velocidade e dinâmica de novos processos, o indivíduo sucumbe ou seu trabalho, sua trajetória pode trazer outras dimensões, um novo espelho no qual se percebe. Surge mudança, ele vê sua capacidade, se vê como…

Transformando resistências

Imagem
Enfrentar ou cortar o que atrapalha e impede é uma maneira eficiente de abrir perspectivas, tanto quanto de transformar situações. Geralmente o que se erradica e enfrenta em determinados contextos permanece indene em outros. A continuidade do que atrapalha é preservada numa ilha de vazio. Ao longo das jornadas tudo fica renovado, porém sem questionamentos à suas estruturações originantes. É o amor exigido da mãe que se abandonou após longo desentendimento, por exemplo; são também situações de renúncia que se caracterizam pela dificuldade assumida. Quando permanecem resíduos, quando o corte não remove tudo, começam a surgir bloqueios e desvios causados pelos remanescentes. Nesse processo podem ocorrer deslocamentos responsáveis por comprometimentos imprevisíveis: angústia diante do sorriso de uma criança, choro repentino por um canto de pássaro, impossibilidade de criar o próximo cenário da peça na qual se trabalha, incapacidade de criar. A angústia gerada pela constatação das impossi…

Limitações

Imagem
Por que é mais fácil se deixar explorar do que reagir à exploração?

Por que é melhor se submeter ao companheiro que espanca do que o abandonar?

Por que é melhor silenciar diante de abuso sexual, físico ou econômico do que denunciar?

Por que é mais fácil procurar um médico do que um psicólogo?

Por que é mais fácil dizer que o problema é do outro do que de si mesmo?

Por que é mais fácil esperar que as coisas se resolvam do que enfrentá-las?

Por causa do medo - omissão -, da esperança que Deus ajude; por causa das capitalizações, das conveniências e deslocamento, enfim, por causa das necessidades não satisfeitas, desde fome, sono, sexo até o emprego que não vem, o indivíduo precisa sobreviver. Nessa dinâmica ele é apenas o animal mais desenvolvido, e segue a manada, segue o rebanho. Busca sobreviver, cumprir as ordens que seus mestres, seus patrões, seus protetores ditam e organizam.
Humanidade sobrevivente é por definição não humana, é um conjunto de máquinas e animais bem treinado…