Thursday, September 10

Acomodação e adiamento

Iniciativa é atitude que depende fundamentalmente de estar concentrado no que se propõe resolver. A vivência polarizada no que se deseja, no que se precisa, gera decisões que possibilitam desfazer impedimentos.

Quando se está acomodado, acreditando que tudo vai se resolver pois já foram encaminhadas soluções, se estabelece contexto de adiamento, consequentemente, contextos de manutenção dos problemas a resolver ou, no mínimo, seu retardo.

Iniciativa depende de globalizar as contradições que impedem dinâmica. Quando esta globalização ocorre, cria-se disponibilidade, fica-se voltado para o que é novo, para o que é descoberto, para o que acena para reestruturações solucionadoras.

Estruturalmente, as atitudes de iniciativa podem ser posicionadas enquanto atitudes típicas que definem comportamentos. Quando isto ocorre, a improvisação se transforma em referencial solucionador, instalando assim, hábitos arraigados de como resolver situações. Neste momento já não há globalização de contradições, apenas existem repetições que já não significam enquanto iniciativa.

Iniciar é descobrir pontos de contradição que emperram soluções e ultrapassá-los. Isto ocorre em relacionamentos afetivos, em situações de trabalho e nas mais diversas dificuldades que cotidianamente se apresentam, como por exemplo, a dificuldade de ação, a conhecida “paralisia” que acomete pessoas, principalmente adolescentes considerados tímidos e que geralmente utilizam alavancas químicas, bebidas alcoólicas, para se relacionar, namorar, falar das próprias dificuldades.

Dificuldade de expressão, falta de iniciativa frente ao outro aparecem sempre nos encontros psicoterápicos. É um colapso que resulta da não aceitação dos próprios problemas, acirrado pela busca de solução dos mesmos. Quando se quer resolver é necessário deter-se no problema, entretanto, esta obviedade não é percebida quando não se aceita dificuldades, medos e problemas.



“Metafísica de La Libertad”, de Max Scheler

verafelicidade@gmail.com

No comments:

Post a Comment