Thursday, January 7

Deslocamentos (abandono)

A melhor maneira de manter uma situação de relacionamento é modificando-a. Modificações sugerem sempre reformas, adequações. Modificar pode representar, em última análise, abandono, desde que ao modificar reestrutura-se o existente segundo novas motivações e propósitos.

Pessoas não são coisas, embora possam assim ser percebidas. A transformação de pessoas em objetos, em coisas, tem seu início quando se estabelece julgamentos e apreensões funcionais. Determinar a função de cada um, estabelecer seu uso, cria prazo de validade, transformando o outro em matéria-prima para os próprios desejos.

Nas relações de casal, ao constatar o término da motivação, o encerramento do afeto, tanto quanto a manutenção do compromisso, dos temores e vantagens, surgem dilemas, impasses, conflitos que angustiam, que geram ansiedade e comprometem o funcionamento diário. Sem saber o que fazer, cheios de tensão, tenta-se modificar o que está existindo e assim as situações se repetem. Angustia, desespero, desembocando na manutenção do amante, por exemplo, um terceiro envolvido, que é aliviante, criando deslocamento de tensão. Esta tranquilidade estabelece a culpa e também permite reorganizações que aplacam o desespero, dando condições para entender e sobreviver ao que acontece.

Arranjar um amante, ou outra motivação, é um deslocamento eficaz para aumentar o emaranhado da despersonalização e conveniência: esvazia, aliena, embora alivie. Buscar sedação é um aplacamento que se realiza quando não há questionamento ao processo da própria coisificação. O importante não é modificar o outro, o fundamental é se questionar, perceber os limites, as possibilidades transformadas em necessidades, que criam o uso do outro, transformando-o em instrumento de realização e satisfação.

A vivência da situação de casamento, de encontro afetivo como sinônimo de ajuste, nicho de sobrevivência, cria uma funcionabilidade que sempre vai requerer abandono, modificação. No contexto de questionamento surgem mudanças e transformações; sem questionamentos aparecem deslocamentos sob as mais variadas formas: substituições, traições, reconfigurações, onde a funcionabilidade e manutenção imperam.





verafelicidade@gmail.com

No comments:

Post a Comment