Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2021

Tristeza, fome e frustração

Imagem
      Interrupções, perdas, mudanças abruptas assim como mudanças temidas geram tristeza, que é uma ocorrência inevitável no processo da vida, na vivência dos afetos quando esses são modificados.  Quando essa vivência é transformada em referencial a partir do qual tudo é percebido, quando é mantida como situante relacional, ficar triste é uma atitude resultante da não aceitação de realidades passadas e agora posicionadas. É o resumo conseguido após avaliação, como por exemplo sentir-se feio, fraco, covarde, sem sucesso, que resulta de avaliação e comparação com os outros, com os padrões, com os desejos, com o que se esperava. É quase sinônimo de desânimo (a manutenção contínua desse desânimo, dessa falta de motivação é a depressão resultante de estar isolado, emparedado). Sentir-se feio, fraco, covarde sem sucesso são os frutos amealhados pela comparação com normas e padrões existentes, tanto quanto com os sonhos falhados.  Perdas afetivas, calamidades, acidentes, pandemias causam tris

Dúvida como solução ou negação de limites

Imagem
    Quando dúvida em relação ao que se vivencia, ao que se quer ou se espera, se instala, são criadas artificialidades. Esses instrumentos artificiais aproximam ou distanciam o que se está percebendo, questionando, temendo ou resolvendo. É uma situação na qual se faz lembrar a clássica afirmação dos gestaltistas alemães: o afastamento do problema gerador de dúvida pode ser uma aproximação solucionadora de impasse. Essa afirmação é contextualizada no conceito de meio geográfico - que é o meio tal como a ciência o descreve - e no conceito de meio comportamental - que é o meio tal como o indivíduo o percebe. A dúvida que se estrutura no que se apresenta traz sempre soluções, entretanto, quando ela decorre de avaliação e comparação com o que se pretendia, o que se almejava (futuro), ou o que se temia (passado), ela cria mais dificuldades, mais problemas, afastando as possibilidades de solução. E nesse contexto, por meio da atitude de duvidar se exerce onipotência, desconfiança, o autorrefe

Arremedos

Imagem
  Imitar, copiar, repetir, plagiar são formas diversas de arremedar. Cópias rascunhadas, esboços, insinuações povoam o dia a dia. A mentira, as fake news , o parecer que é o que parece ser são arremedos de democracia, de ciência, de verdades diversas. Imitar para enganar é o que estrutura o ilegítimo, o mentiroso. Nas vidas pessoais, se pautar em parâmetros configuradores do "isso é certo, isso é bom, é o honesto" cria todo um mercado de ilegítimos, cópias que podem ser acessíveis a todos. Bens de consumo, mercadorias constituem o maior campo de imitação, cópias e arremedos. Visando a mentirosa participação de todos, degrada-se qualidade destruindo recursos naturais. O mais caro, o mais barato, o médio, tudo pode ser adquirido, não importa se o leite adulterado é 75% água, importa que pode ser vendido como leite. Essa imitação e invasão de estruturas quebra características e instaura outras direções: legítimo não é o que é, é o que parece ser. Ser ou parecer quando transposto

"Liberdade é a compreensão das necessidades" - dizia Hegel

Imagem
Somente por meio de questionamentos, indagações, esclarecimento de dúvidas e divisões é que se percebe limites e dificuldades. Perceber os limites e a eles se dedicar abre horizontes ao desfazer os nós que aprisionam. Essa mudança de configuração cria mudanças perceptivas responsáveis por novos entendimentos e questionamentos. A continuidade e reversibilidade dessas vivências apontam sempre para novas direções, é a descoberta de possibilidades que configura o que Hegel dizia: "liberdade é a compreensão das necessidades" . No universo político social, quando se pensa que o ponto de apoio é também o ponto de opressão, novas compreensões e comportamentos são desencadeados: o medo desaparece ou o medo aumenta. Nesses contextos se descobre que "a união faz a força". O grupo é o existente fundamental para se desenvolver a mudança que possa ocorrer, as mudanças que possam ser operacionalizadas em reivindicações e consequente aquisição e manutenção de direitos sonegados e a