Inexorável




Inexorabilidade é o que caracteriza os processos quando considerados sob o ponto de vista da continuidade, do movimento. O movimento é inexorável, consequentemente há transformação, e é essa constante contradição que estabelece vida, morte, ordem, desordem. O desenvolvimento de qualquer processo, dos orgânicos, dos sociais e econômicos aos psicológicos é gerado por expressão de suas estruturas. Essa inexorabilidade processual ilude, manifesta-se como permanência e assim é caracterizada em um mundo onde tudo é impermanente. Essa contradição só é apreendida quando se configura o denso e o sutil, o aparente e o real.

Toda dualidade inexoravelmente conduz, expõe a unidade: a expressão, a manifestação do que ocorre, do que acontece. A descoberta das próprias não aceitações é um processo que inexoravelmente conduz à mudança quando se questiona as imobilizações, tanto quanto quando se nega essas imobilizações surgem divisões, mentiras e utilização das descobertas como dogmas e regras explicativas das dificuldades, o que inexoravelmente angustia, deprime e causa ansiedade.

O saber-se só e carente inicia um processo de medo, dúvidas, frustrações, inveja. Dedicar-se a resolver a carência, enfrentá-la, aceitá-la em lugar de utilizá-la como instrumento para conseguir pessoas, abre perspectivas e leva o indivíduo a começar a se perceber de maneiras outras. Já não é um frustrado, um abandonado, é alguém que tem possibilidade de se relacionar ao invés de ser alguém que precisa se relacionar. Perceber as próprias dificuldades e problemas, inexoravelmente propicia questionamento e mudança.

Comentários

Os mais lidos

Oprimidos e submissos

Sonho e mentiras

Polarização e Asno de Buridan

Zeitgeist ou espírito da época

Mistério e obviedade

Formação de identidade

Misantropo

A ignorância é um sistema

“É milagre ou ciência?”

A possibilidade de transformação é intrínseca às contradições processuais