Ressignificações

 



Novos significados só são possíveis quando surgem novos contextos estruturantes. Trabalhar o significado simbólico e o lingüístico exige sempre contextualizações para que haja comparação dos mesmos. Símbolos estabelecidos, linguagem escrita, falada ou desenhada são sempre fatores de discriminação seja para entender ou conhecer (discriminar), seja para separar, excluir, isolar. Recortes parcializadores criam preconceitos. A história está cheia de inúmeros exemplos, dos mais habituais aos mais esdrúxulos como o vermelho da beterraba na sopa borsch da Rússia ressignificado e entendido como sangue de crianças na sopa; ressignificação para induzir o horror aos comunistas, horror considerado fundamental e necessário na guerra fria.

Em alguns casos, ressignificar nada mais é que "puxar brasa para sua sardinha", isto é: transpor formas, e isso é sempre gerador de destruição se não forem mantidas as coerências significativas das formas. Nesse sentido falta às ciências humanas, tanto quanto à conversação cotidiana, a regra comum na Física de que em Condições Normais de Temperatura e Pressão (CNTP) mantém-se as mesmas grandezas para comparação de propriedades. Água pura ferve, entra em ebulição, sempre no mesmo grau se forem mantidas as CNTP, entrará em ebulição sempre a 100ºC a nível do mar.

Novos significados mostram fragmentos de culturas, povos, línguas etc. A gíria geralmente traz muitas ressignificações, que mesmo arbitrárias são inteligíveis. Virar a chave, atualmente, explicita novo emprego, nova paixão mais do que o significado de abrir portas de casas, carros ou gavetas por exemplo. A formação de palavras por meio de sufixos e prefixos é bem comum. É o prêt-à-porter da linguagem que tudo possibilita, até prefixação aleatória como em imexível.

No cotidiano relacional, ressignificar pode ser sinônimo de atingir novos padrões e parâmetros. Novos significados, se surgem de situações transformadas, se impõem quando são aplicados a realidades existentes, são como nomes que se trocam; ou são superados com o tempo quando não possuem mínimas consistências em suas referências. As modificações do significado são interessantes para iluminar as transformações das épocas, seus Zeitgeists.

Comentários

Os mais lidos

Oprimidos e submissos

Sonho e mentiras

Zeitgeist ou espírito da época

Mistério e obviedade

Polarização e Asno de Buridan

Misantropo

A ignorância é um sistema

“É milagre ou ciência?”

Formação de identidade

A possibilidade de transformação é intrínseca às contradições processuais